17 de mar de 2012

A INTIMIDAÇÃO DOS BONS

      É certo que Rui Barbosa era Poeta, e Poeta foi além de Político e Jurista. Contudo, poucos sabem que Rui Barbosa (Ruy Barbosa de Oliveira - 5 de novembro de 1849 - 1 de março de 1923)  também foi profeta. Profeta?! (Ahn...). Sim, Profeta com “P” maiúsculo mesmo. Pense comigo, um homem que em meio a um poema vislumbrou de forma tão límpida o futuro político da nação seria ou não um profeta? Disse: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude. A rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”.Não seria este um profeta com tremenda visão do futuro, e que deste fala com tanta propriedade? Não seria este um profeta que pôde, muito além do seu tempo, falar das coisas de que os olhos ainda não viam, mas que, por Deus, já as pressentia?!
    Assim, hoje vivemos este tempo: a intimidação dos bons. Vivemos um tempo em que aqueles que são maus dominam e mandam dominar. Rebatem, refutam e intimidam. Vivemos tempo em que os maus avançam cada vez mais, os bons são intimidados, inibidos e cerceados dos seus direitos mais básicos. Enquanto isto, a malandragem, a desonestidade, a corrupção, os conchavos se avolumam cada vez mais. Certo é que MARTIN LUTHER KING estava pleno de razão ao expressar: “NÃO ME ASSUTO TANTO PELO GRITO DOS MAUS, MAS SIM PELO SILÊNCIO DOS BONS”. Isto é o que temos visto em nossa nação; leis perversas criadas tão somente para proteger e beneficiar bandidos, leis permissivas e hediondas cuja finalidade não é outra senão alavancar a bandidagem e a corrupção, e a passos largos a destruição da moral e dos bons costumes, passo avante a destruição da nação.
    Verdade contumaz é que se estivessem no Brasil já teriam sido presos e estariam respondendo processos os mais diversos: Mazaroppi, pelas suas piadas e brincadeiras que seriam tratadas como bullying e o levariam à cadeia. De igual forma Jerry Lewis, Charles Chaplin e meus pais, meus tios e tantos mais. Se Jesus Cristo estivesse hoje expondo seus pensamentos e sermões, seja no Largo da Carioca, na Praça da Sé, na Praça Sete, no Farol da Barra, seria imediatamente preso, possivelmente acusado de homofobia, pois foi Ele mesmo que disse ao homem: “Deixará pois o homem seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e serão os dois uma só carne”. E ainda: seria Jesus censurado e mesmo processado por declarar que um menino a partir dos doze anos de idade pode e deve trabalhar e ser responsabilizado por seus atos. Imagine João Batista na Praça da Sé dizendo: “Raça de víboras...”. Jesus dizendo: “Raca...”. Imediatamente presos por discriminação. MAS E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO???
    O mal tem coragem de dar tiros em direção à casa do vizinho, coragem de ligar o som a toda altura, de agredir com palavras e atos. O mal tem coragem de sentenciar baseado em falsos documentos e solicitações estranhas... O BOM RECUA DIANTE DE TUDO ISTO. Assim, os bons são intimidados, enquanto que os maus prevalecem. QUE PENA.

Nenhum comentário: